IN THE NEWS

RETORNO SÓ SE CUMPRIR META

© Época Negócios, maio 2015, p.38

O Brasil tem 662 empresas signatárias do Pacto Global da ONU. É um terço do que tem a Espanha. Aqui, 26 companhias são classificadas como B Corporations, um respeitado selo de responsabilidade socioambiental. É metade do que tem o Chile. Esses dados, para muitos, revelam o quão incipiente é a adesão das companhias nacionais ao tema da sustentabilidade. Para outros, representam uma chance de negócios. Nessa segunda turma está um time de quatro CEOs, entre os quais Antônio Ermínio de Moraes Neto, da Vox Capital. Eles criaram a primeira consultoria de investimentos de impacto do país, a Granito & Partners. Na prática, vão ajudar grandes empresas a desenvolver ações socioambientais que também deem lucro. A Granito começa a funcionar este mês e será comandada por Rodrigo Tavares, um português radicado em São Paulo. Tavares é pesquisador de Harvard, conselheiro do Fórum Econômico Mundial e foi responsável, durante três anos, por escrever relatórios anuais para Ban Ki-moon, o secretário-geral da ONU, sobre a África. “Poucos países têm tanta discrepância entre a densidade do setor privado e a quantidade de iniciativas de responsabilidade social como o Brasil”, ele diz. A ideia da consultoria é ajudar as empresas a mudar esse quadro. “Sempre alavancando o lucro, sem o discurso ‘romântico’ da sustentabilidade”, afirma. Entre as novidades que Tavares deve trazer ao mercado brasileiro estão os títulos de investimento de impacto. Eles financiam iniciativas socioambientais e pagam um retorno quando as metas são cumpridas. Além de São Paulo, a Granito nasce com escritórios em Dubai, Londres e Johannesburgo.

  Click to listen highlighted text! IN THE NEWS RETORNO SÓ SE CUMPRIR META © Época Negócios, maio 2015, p.38 O Brasil tem 662 empresas signatárias do Pacto Global da ONU. É um terço do que tem a Espanha. Aqui, 26 companhias são classificadas como B Corporations, um respeitado selo de responsabilidade socioambiental. É metade do que tem o Chile. Esses dados, para muitos, revelam o quão incipiente é a adesão das companhias nacionais ao tema da sustentabilidade. Para outros, representam uma chance de negócios. Nessa segunda turma está um time de quatro CEOs, entre os quais Antônio Ermínio de Moraes Neto, da Vox Capital. Eles criaram a primeira consultoria de investimentos de impacto do país, a Granito & Partners. Na prática, vão ajudar grandes empresas a desenvolver ações socioambientais que também deem lucro. A Granito começa a funcionar este mês e será comandada por Rodrigo Tavares, um português radicado em São Paulo. Tavares é pesquisador de Harvard, conselheiro do Fórum Econômico Mundial e foi responsável, durante três anos, por escrever relatórios anuais para Ban Ki-moon, o secretário-geral da ONU, sobre a África. “Poucos países têm tanta discrepância entre a densidade do setor privado e a quantidade de iniciativas de responsabilidade social como o Brasil”, ele diz. A ideia da consultoria é ajudar as empresas a mudar esse quadro. “Sempre alavancando o lucro, sem o discurso ‘romântico’ da sustentabilidade”, afirma. Entre as novidades que Tavares deve trazer ao mercado brasileiro estão os títulos de investimento de impacto. Eles financiam iniciativas socioambientais e pagam um retorno quando as metas são cumpridas. Além de São Paulo, a Granito nasce com escritórios em Dubai, Londres e Johannesburgo.
Click to listen highlighted text!